Gyno-Canestest
Teste de autodiagnóstico de Infeções Vaginais

Gyno-Canestest

Gyno-Canestest

Se não tem a certeza se tem Vaginose Bacteriana ou Candidíase, nós ajudamo-la a assumir o controlo. Desenvolvemos um teste de autodiagnóstico inovador e confiável para que possa determinar rapidamente qual a infeção vaginal (Vaginose Bacteriana ou Candidíase) que provavelmente tem, para que a possa tratar você mesma de forma rápida e eficaz.

Gyno-Canestest relaciona o pH vaginal e os seus sintomas com um diagnóstico provável. Em primeiro lugar, o dispositivo de fácil utilização ajuda-a a saber se o seu pH vaginal apresenta um nível normal ou se está anormalmente elevado. Em seguida deverá interpretar este resultado em conjunto com a tabela de sintomas que se encontra na embalagem, ajudando-a a encontrar o tratamento adequado.

Gyno-Canestest: Sinta-se confiante na escolha do tratamento adequado!

As infeções vaginais podem fazê-la sentir-se menos confiante e com menor controlo do seu corpo, já para não dizer muito desconfortável.
Gyno-Canestest permite-lhe diagnosticar-se a si própria no conforto da sua casa, dando-lhe resultados rapidamente e com mais de 90% de precisão. É uma solução inovadora que a coloca novamente em controlo da sua saúde íntima e lhe dá a capacidade de escolher o tratamento que necessita para lidar eficazmente com a sua infeção.

Candidíase ou Vaginose Bacteriana (VB)?

Embora a Candidíase e a Vaginose Bacteriana (VB) sejam muito comuns, são dois tipos de infeção diferentes e necessita de as tratar de forma diferente. No entanto, nem sempre é fácil identificar o tipo de infeção. A Candidíase é causada pelo aumento dum fungo (Candida albicans), causando, normalmente, sintomas como prurido ou comichão, dor na zona à volta da vagina ou corrimento branco. A Vaginose Bacteriana (VB) é causada pelo crescimento excessivo de bactérias que existem normalmente na vagina. Os sintomas da VB incluem geralmente um odor desagradável ou a peixe e corrimento aquoso de cor branco-acinzentado. Com Gyno-Canestest pode fazer o seu autodiagnóstico antes de se tratar para que saiba que está a escolher o tratamento adequado para a sua infeção.
Sinta-se confiante na escolha do tratamento adequado!

O que é Gyno-Canestest?

Gyno-Canestest é um teste de autodiagnóstico de fácil utilização que ajuda a descobrir se sofre de Candidíase ou VB e a encontrar o tratamento adequado. Este teste inovador ajuda-a a retomar o controlo da sua saúde íntima. Gyno-Canestest foi testado clinicamente com uma precisão superior a 90% e só necessita de alguns segundos para saber os resultados. O teste em si consiste num dispositivo, simples e fácil de utilizar, que indica se o nível do seu pH vaginal se encontra fora do normal. Os resultados do teste devem ser interpretados em conjunto com a tabela de sintomas que se encontra na embalagem, ajudando-a a compreender de que infeção vaginal comum poderá estar a sofrer, como por exemplo Candidíase ou Vaginose Bacteriana.

Como funciona Gyno-Canestest?

Normalmente a vagina tem um pH ácido, o que impede o crescimento das bactérias nocivas e mantém o nível das bactérias boas, chamadas “Lactobacillus”. Uma alteração no equilíbrio do pH vaginal pode causar ou ser uma indicação de infeções vaginais como a Vaginose Bacteriana (VB). Gyno-Canestest informa-a acerca de uma alteração relevante do pH vaginal e ajuda-a a compreender e a diagnosticar qual o tipo de infeção vaginal de que provavelmente está a sofrer. Um pH vaginal aumentado indica que pode estar a sofrer de VB, um pH vaginal normal significa que os seus sintomas serão provavelmente causados pela Candidíase. Está provado que Gyno-Canestest ajuda a detetar alterações no pH vaginal com mais de 90% de precisão.

Como usar Gyno-Canestest?

Gyno-Canestest é simples e fácil de usar, no conforto da sua casa. Na realidade é semelhante a introduzir um tampão pelo que não deve sentir qualquer desconforto. Para garantir resultados o mais precisos possível deve assegurar-se que não usa Gyno-Canestest se falta menos de 1 dia ou se está no dia a seguir ao seu período, ou se existirem sinais do período ou hemorragia vaginal. Deve ainda garantir um período de 12 horas após relações sexuais ou duche vaginal.

Instruções:

1.

Abra a saqueta que contém o dispositivo. Assegure-se de que a extremidade do dispositivo não entra em contacto com nada antes de a inserir na vagina.

2.

Segure o dispositivo pela pega, insira a extremidade amarela na vagina, rode o dispositivo e retire-o.

3.

Após 10 segundos, verifique a extremidade do dispositivo para saber se a cor permaneceu igual ou se mudou para azul ou verde.

Como interpretar os resultados?

Sem alteração de cor/mantém-se amarelo (Resultado negativo)

Se a extremidade do dispositivo não mudar de cor após 10 segundos, significa que possivelmente sofre de Candidíase. Se tem sintomas como prurido ou comichão, dor na zona à volta da vagina ou corrimento branco espesso, com aspeto semelhante a requeijão, é provável que seja esse o caso. Se a extremidade do dispositivo não mudar de cor após 10 segundos e não tiver os sintomas de Candidíase indicados na tabela de sintomas, então é provável que não esteja a sofrer desta infeção vaginal comum. Clique aqui para saber como tratar a Candidíase.

Mudança de cor para azul ou verde (Resultado positivo)

Se a extremidade do dispositivo mudar de cor para azul ou verde, significa que possivelmente tem uma Vaginose Bacteriana (VB). A VB é geralmente acompanhada de sintomas como corrimento aquoso branco-acinzentado e odor desagradável ou a peixe. Contudo, no caso de corrimento viscoso amarelo-esverdeado associado a mau odor e a dor ao urinar, pode estar a sofrer de Tricomoníase, e neste caso deve consultar o seu médico. Clique aqui para saber como tratar VB.

Precauções e Considerações

Não deve adotar nenhuma decisão de carácter médico sem primeiro consultar o seu médico. Além disso, se não tem certeza sobre qual o tratamento adequado ou se está confusa relativamente aos resultados, consulte o seu médico. Lembre-se que Gyno-Canestest não permite um diagnóstico preciso em qualquer uma das seguintes situações:

  • Faltar menos de 1 dia ou se estiver no dia a seguir ao seu período;
  • Existirem sinais do período ou de hemorragia vaginal;
  • Passarem menos de 12 horas após relações sexuais ou duche vaginal.

Se está grávida, fale como o seu médico pois a interpretação dos resultados do teste durante a gravidez e a escolha da medicação requer aconselhamento médico.

Algumas mulheres na menopausa podem ter um pH vaginal elevado, e por isso poderão obter um resultado verde/azul na extremidade do dipositivo mesmo que não tenham Vaginose Bacteriana ou Tricomoníase. Como tal, não deve utilizar este teste se estiver na menopausa.

Voltar Voltar à Página Inicial Top